Preenchimento x Botox: Qual a diferença?

imagem blog

Beleza 


Na busca por métodos que sejam eficazes em amenizas rugas e sinais de expressão, mesmo em meio a toda a tecnologia e novidades constantes, há dois procedimentos que sem dúvidas saem na frente em quesito eficácia e maior popularidade: Botox® e Preenchimento facial com ácido hialurônico ( AH). Mas, apesar de bastante parecidos entre si, eles possuem diferenças fundamentais e indicações diferentes!

A toxina botulínica – ou Botox®  – atua paralisando e relaxando o músculo, impedindo a contração muscular e, por conseqüência, a formação da ruga. E para as rugas que já existem, esse relaxamento suaviza as marcas de expressão. A aplicação da toxina é feita por microagulhas que injetam a substância dentro do músculo em pontos pré-determinados pelo médico. Geralmente são pontos na testa, entre as sobrancelhas, no queixo e na parte externa dos olhos. O Botox® também é utilizado para tratamento do suor excessivo das axilas, mãos e pés (hiperidrose), na correção do sorriso gengival e na amenização dos sintomas do bruxismo. A duração média da aplicação da toxina botulínica é de 4 a 6 meses.

Já o preenchimento com Acido Hialurônico (AH) atua repondo o volume perdido de determinadas áreas da rosto, melhorando visivelmente o seu contorno e atuando na redução da flacidez. Ele preenche os vincos e sulcos do rosto, deixando-os mais rasos e conferindo volume à pele. A aplicação ocorre geralmente no famoso “bigode chinês”, no dorso do nariz para suavizar marcas, nas rugas em volta da boca, para repôr o volume das maças do rosto e dos lábios, entre outras opções. A duração do preenchimento facial é em torno de um ano.

O segredo no uso de cada um dos procedimentos é sempre o cuidado na quantidade de produto utilizado e o bom senso estético do médico. Se aplicado em excesso, a toxina botulínica resulta em assimetria ou no famoso efeito “máscara”, congelando as feições.  Para a aplicação do ácido hialurônico, é necessário uma análise cuidadosa da região, escolhendo a densidade certa de aplicação do AH. Outro aspecto importante é a aplicação em pequenas quantidades e em um maior número de sessões, evitando o exagero, mantendo a naturalidade da área e permitindo um efeito gradativo do preenchimento.

Como em qualquer outro procedimento estético, escolha um médico habilitado para sua realização e que investigue o seu caso individualmente para escolher qual método é melhor indicado.

 

Fonte: estilo.uol.com.br