Galvanopuntura


img_corporais_galvanopuntura_estrias

Estrias
Ter estria é muito fácil. Afinal, basta nossa pele esticar um pouquinho mais – seja devido ao crescimento ou ao aumento de peso – que ela já se instala. Quando o estiramento da pele é muito grande, há uma ruptura nas fibras de colágeno e elastina, localizadas na derme (camada intermediária da pele). O sangue extravasa, inundando as fibras, provocando um micro hematoma que se reflete imediatamente na tez, em forma de vergão avermelhado ou arroxeado. A associação de tratamentos é necessária para combater as estrias. Mas o resultado compensa. Antigamente, eram raros os tratamentos que ajudavam a combatê-las. Mas, hoje, já é possível praticamente acabar com as recentes e amenizar em até 70% as mais antigas. Os melhores resultados são obtidos com a associação de um mix de tratamento. Porém, antes de fazer a escolha, saiba que estes procedimentos são bem doloridos. Uma vez lesadas, as fibras elásticas da pele não se regeneram e nunca mais serão as mesmas. Por isso, todos os especialistas indicam a prevenção para evitar o problema. O segredo está em hidratar bem o corpo por dentro e por fora, bebendo no mínimo dois litros de água por dia, e aplicar no corpo cremes formulados com substâncias como lactato de amônia, uréia, elastina, colágeno, alfa-hidroxiácidos e óleos vegetais, pois assim a pele agüenta melhor as variações de crescimento e peso. Evitar o fumo e banhos quentes, ingerir alimentos ricos em vitamina C, praticar exercícios físicos moderados e controlar o peso também são essenciais para evitar que os risquinhos ingratos apareçam de uma hora para outra!

Galvanopuntura Indicação: Todos os tipos de estrias
O que é: Equipamento de microcorrente contínua (galvânica) que dá picadas nas estrias para acabar com o tecido lesionado. Como é feito: O aparelho, que possui uma agulha na ponta, estimula, através da microcorrente galvânica, um edema no local. Esse micro trauma associado à estimulação provocada pela corrente do aparelho é que fazem a renovação de colágeno. Resultados: No final do tratamento nota-se melhora de 90% nas estrias novas e 60% nas antigas.