Despigmentante


img_faciais_despigmentante

Diferentes substâncias estão disponíveis para o tratamento da hiperpigmentação cutânea. Muitos desses agentes clareadores atuam como inibidores diretos da tirosinase que ainda são considerados o principal grupo de despigmentantes. A identificação de novos mediadores da melanogênese que atuam antes, durante eapós a síntese da melanina, têm sido estudados e são promissoras propostas para o tratamento clareador. Para a obtenção de resultados mais efetivos, produtos clareadores devem associar em suas formulações agentes despigmentantes com mecanismos de ação sinérgicos e renovadores celulares. Esta combinação irá proporcionar efeitos complementares: aceleram a uniformização da tonalidade da pele e contribuem para a melhoria da sua textura e luminosidade. Os tratamentos clareadores são longos e exigem paciência e disciplina por parte dos pacientes: a resposta somente se inicia após cerca de 45 dias.